Segunda-feira, 8 de Fevereiro de 2010

«Look aat the harlequins!»

 

- Deixa-te de queixumes! - exclamou

ela. Look at the harlequins! (Olha para os

arlequins!)

- Que arlequins? Onde?

- Oh! À tua volta. Por toda a parte. As

árvores são arlequins, as palavras são arle-

quins; (...) Vá! Diverte-te! Inventa o

mundo! Inventa a realidade!»


Nabokov (Look at the harlequins!)

 

 

para ver : Lolita (1962)
para ouvir: death cab for cutie - brothers on a hotel bed (2005)
publicado por la vie en long-métrage às 22:22

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 25 de Dezembro de 2009

umas férias, por favor?

Eu gostava imenso de ter umas férias.

Parar uns dias, largar o telemóvel num canto - coisa que felizmente estou a fazer. Descansar um bocadinho no meu quarto, rodeado de uns dvd's, do ipod e de um livro.

Um livro à minha volta vai ser coisa impossível de ter. Pelo menos um, já que há exames já no início de Janeiro. Só para ter uma ideia, o livro de Nutrição - que é uma das cadeiras relativamente mais fáceis - tem aproximadamente 500 páguinas.

Como ainda não comecei a estudar, tenho a certeza que férias não é uma coisa que vá ter durante algum tempo...

 

Um bom fim de semana para quem o possa aproveitar (:

publicado por la vie en long-métrage às 22:21

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 6 de Agosto de 2009

principezinho

« Com efeito. Quando é meio-dia nos Estados Unidos, o sol, como toda a gente sabe, põe-se em França. Bastava poder ir a França num minuto para assistir ao pôr do sol. Infelizmente a França fica muito longe. Mas, no teu planeta tão pequeno, bastaria puxar a cadeira alguns passos. E olharias o crepúsculo sempre que quisesses...

- Um dia, vi o sol pôr-se quarenta e três vezes!

E um pouco mais tarde acrescentaste:

- Sabes... quando se está muito triste gosta-se do pôr do sol...

- Nesse dia das quarenta e três vezes estavas assim tão triste?

Mas o principezinho não respondeu. »


Antoine de Saint-Exupéry

para ouvir: Yesterday - Beatles
publicado por la vie en long-métrage às 12:47

link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito
Terça-feira, 28 de Julho de 2009

livraria

Sinto falta da Fnac. Já fazem semanas, ou até meses, que não entro numa loja da Fnac e fico por lá, abandonado à minha sorte. Felizmente, abandonado à minha sorte! Aquelas secções de jogos, de filmes, de música,  mas principalmente aquela secção de livros.

Aquela secção é um cantinho muito iluminado, quentinho e aconchegadinho, que faz jus às minhas necessidades. Necessito de me sentir de tempos a tempos rodeado de poemas, de histórias, de ficções, de retratos, de simples letras. Cada uma e cada qual, de A a Z. São um refúgio, um imaginário, ou um caminho para qualquer lado, mas são alguma coisa de bom,  são uma fuga ao real e um expandir da mente. E como tal têm valor. Incalculável, um livro vale muito muito mais que aquilo que a maioria dos mortais, felizmente não a totalidade, mas a maioria lhes atribui.

Pouca coisa substitui os melhores momentos que são passados na companhia de um livro. Um bom livro e uma boa chávena de chá. E eu gosto de um bom livro e duma boa chávena de chá!

Preciso de ti, Fnac; preciso de vaguear nos teus corredores entre as tuas estantes, ler as contra-capas dos teus livros e escolher, escolher uma boa companhia para levar das tuas estantes para a estante do meu quarto e juntar às outras boas companhias.

publicado por la vie en long-métrage às 00:29

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

pesquisar

 

Abril 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

recentes

«Look aat the harlequins!...

umas férias, por favor?

principezinho

livraria

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

todas as tags

hit counter
dowload hit counter code
blogs SAPO

subscrever feeds