Quarta-feira, 19 de Agosto de 2009

agosto, 18

De todo o tipo de festas que esta sociedade frequenta, as de aniversário são talvez aquelas a que menos dou valor. A razão para explicar isto não conheço, mas talvez não sinta a fatal atracção por estas ocasiões "especiais"...

De especial pouco encontro nas festas de aniversário. Não é porque "temos mais um ano", "estamos a ficar velhos", nem nenhuma das habituais razões. É para mim, um dia igual aos outros. Hoje, caso hoje fosse o meu dia de aniversário - por acaso foi ontem - não encontrava qualquer diferença em comparação ao dia anterior. Apenas desapareceu a lua e apareceu o sol, resume-se a um novo dia...

É claro que fico contente quando as pessoas se lembram que faço anos! É bom, não vou negar. E também não nego que é "mau" quando certas pessoas não se lembram. Mas o dia em si... não, não encontro nada que o faça ser especialíssimo.

Bem não interessa, parabéns para ti Rui Duarte! :)

 

 


publicado por la vie en long-métrage às 19:14

link do post | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 


pesquisar

 

Abril 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

recentes

O verão depois de abril

Bestealidade antepassada

Mãos

A história de Maria S.

Não sou, sem dúvida algum...

Fo**-**!

Como eu sabia

Quando quiseres falar

lump sum

why must you always dress...

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

todas as tags

blogs SAPO

subscrever feeds